Cerejas

Cerejas F1online

Cerejas

Algumas doces e sumarentas, outras firmes e amargas, mas sempre saudáveis e repletas de vitaminas. Há milhares de anos que as pessoas apreciam comer cerejas.

Como sumo, compota ou em calda, em bolos ou pudins, em molhos com pato ou carne de caça ou ainda como licor digestivo depois de comer, as cerejas podem acompanhar as nossas refeições desde manhã até à noite. As mais de 400 variedades de cerejas podem ser divididas em dois tipos: cerejas doces (Prunus avium) e cerejas amargas, ou ginjas, (Prunus cerasus).

As cerejas doces são, regra geral, quase esféricas, mas também podem ser ovais. Têm entre 6 e 25 milímetros de diâmetro e, quando estão maduras, a sua cor vai do vermelho-vivo ao vermelho-escuro. Geralmente, têm um sabor muito doce, mas as variedades selvagens podem ser ligeiramente acres. Os tipos de cereja doces mais familiares são os que amadurecem mais cedo e que têm polpa suave e as variedades mais tardias têm uma textura mais firme. As cerejas doces são o recheio perfeito para tartes ou bolos, mas também podem ser combinadas com framboesas e morangos para fazer geleias, compotas ou doces de fruta. 

As cerejas amargas ou ácidas são mais ou menos redondas, embora tenham um pouco mais de largura do que de altura. Com um diâmetro entre 15 e 20 milímetros, são apenas um pouco mais pequenas do que as cerejas doces. Os frutos, cuja cor varia entre vermelho-vivo e vermelho-escuro, têm geralmente polpa macia e sumarenta de cor vermelha ou quase branca, o que não acontece com as cerejas doces. O sabor vai de ligeiramente amargo a acidulado ou mesmo acre e picante. O tipo mais comum de cereja amarga é a cereja Morello. As cerejas amargas são ideais para confecionar compotas e sumos, assim como para combinar com chocolate. Numa salsa mexicana (com pimento verde, chalotas e molho picante), o seu sabor ácido é o acompanhamento perfeito para carne grelhada de aves ou de caça.

Enquanto as cerejas doces geralmente se comem frescas, as cerejas amargas só desenvolvem completamente o seu aroma quando cozinhadas. É necessário retirar os caroços de ambos os tipos de cerejas para comê-las ou cozinhá-las. O sumo de cereja é um bom substituto do vinho tinto na culinária. As cerejas frescas têm um caule firme, reto e de cor verde. Quanto mais intensa é a cor do fruto, mais aromático é o seu sabor. As cerejas podem ser conservadas na gaveta dos vegetais do frigorífico por um máximo de dois ou três dias. As cerejas amargas podem ser congeladas, sem retirar os caroços.

As cerejas são também uma fonte de energia rápida e saudável. Além disso, o seu alto teor de vitamina C e provitamina A faz com que sejam benéficas para a pele.

Texto: Rainer Meier